O cantor Ozéias de Paula louvou ao Senhor com as canções “A melhor coisa que eu já fiz”, “O amor é tudo”, “Mais que vencedor”, “Oh! Foi por mim”, “Olha” e “Enquanto há vida, há esperança”. No momento em que ele cantava, nove pessoas se deslocaram de seus assentos e foram até à frente entregar suas vidas a Cristo ou reatar a aliança com Deus. O mover do Altíssimo era indescritível naquele instante e foi simplesmente sentido por todos que acompanhavam a ministração antes do batismo no auditório da fazenda. Dando prosseguimento à liturgia do batismo, o pastor Jecer Goes ministrou uma breve mensagem aos batizandos que trouxe fortalecimento à fé de muitos deles. Antes do juramento, algumas pessoas ainda contaram, em rápidas palavras, seus testemunhos de transformação por intermédio do Evangelho.As primeiras a serem batizadas foram as mulheres, num total de 423. Cada uma que descia às águas batismais expressavam de modo bem peculiar a gratidão e a felicidade de estarem cumprindo mais uma etapa de suas vidas com Cristo. Com os 325 homens não foi diferente. Muitos adoravam e glorificavam a Deus pela transformação e pela nova vida que estão a viver com o Senhor. Das 748 pessoas que foram batizadas, segundo o Departamento de Discipulado Canaã (DDC) da Sede, 141 são da Sede e 607 das congregações situadas na Capital e Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Auxiliaram o pastor Jecer Goes no batismo os pastores Genivaldo Domingos, Hércules Lima, Walter Rodrigues Souza, Davi Goes, João Marcos Goes, Murilo Matheus e Marcos Moreira.

“É incrível como a cada semestre nós observamos uma mudança na sociedade. A cada batismo, eu observo que os obstáculos, o processo de preparação para as pessoas virem ao batismo fica mais complicado. As normas bíblicas, bem como as normas da igreja já não são mais aceitas. A igreja que quer ser séria, demora um pouco e tenta conscientizar este cristão de que ele precisa ser um novo homem. Evangelho é ser um novo homem. Nós batizamos 748 pessoas. É o primeiro batismo do ano, porque nós fizemos um calendário mais prolongando este ano para o discipulado. Qual a razão? Para uma melhor conscientização. Mesmo assim, nós observamos a dificuldade de absorção dos conceitos bíblicos. A cada dia, a sociedade está se tornando mais superficial, tanto nos vínculos como nos seus conteúdos institucionais, como família, religião e Estado. Estamos vivendo um momento crítico, um momento grave da sociedade brasileira e da civilização mundial. Eu não sei como vai ficar isso. Porém, eu acredito que também seja cumprimento da Palavra de Deus”, refletiu o pastor Jecer Goes.

Para ele, diante de toda a realidade e contexto que a sociedade está a vivenciar, foi um milagre o que aconteceu hoje na ocasião do batismo. “Tivemos nove vidas que aceitaram a Jesus no batismo, além de diferentes pessoas que compõem a nossa sociedade que foram batizadas, como um umbandista, um líder de facção criminosa, um humorista cearense conhecido em todo o Brasil e um repórter de uma grande emissora de TV no País, sem ser por imposição. Não foi a igreja indo lá forçando a barra, mas foram eles que sentiram a necessidade de mudança de vida e vieram à igreja. O que nós aprendemos com isso? Aprendemos que o povo precisa de paz e encontrar o caminho da verdade. A pessoa saindo do Evangelho, ela não vai encontrar paz em canto nenhum nessa terra. Ela volta para o Evangelho. Igrejas evangélicas e pastores, preguem a verdade! A verdade é que liberta, a verdade é que salva, a verdade é que cura. A nossa alma precisa voltar para onde um dia ela veio. O homem começa com Deus e termina com Deus”, concluiu.

Por Jair Melo
Redação Ministério Canaã

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.